Só o Senhor é Deus!
 
 

Produtividade na obra do Senhor.

Inec

Produtividade na obra do Senhor.

“... Vos designei para que vades e deis frutos e o vosso fruto permaneça...” (Jo 15.16b)

O capítulo 15 do evangelho de João nos fornece com riqueza, excelente material de estudo no que se refere ao trabalho produtivo na obra do Senhor:

1. “Vos designei” - Não se trata de uma opção, fomos chamados pelo Senhor que confiou a sua tarefa a nós. Temos de fazê-la para não sermos taxados de “servo mau e negligente” (Mt 25.26). Temos de fazê-la bem feito, porque “maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente”. (Jr 48.10)

2. “para que vades” - A ociosidade é um tremendo mal que permeia a igreja, tanto quanto é prejudicial um ramo seco e infrutífero na videira. Necessário se faz a poda, afim de que haja produção eficiente. (Jo 15.1,2). Fomos designados para ir e não para vir, muito menos para ficar parados. Andar para lá e para cá, desorganizadamente e sem metas causa males idênticos.

3. “e deis fruto” - O Senhor Jesus nos escolheu para dar fruto e não folhas. Existe muito “fruto” de palha de feno e de madeira. Também muita folha seca. Isto porque estamos querendo produzir fruto e não “dar fruto”. Mas o Senhor nos advertiu: “A vara de si mesma não pode dar fruto”, e “sem mim nada podeis fazer”. (Jo 15.4,5) É do tronco que sai a seiva, absolutamente necessária aos ramos para uma produção eficiente.

4. “e o vosso fruto permaneça” - Só o fruto do Espírito permanecerá (Gl 5.22,23).

Folhas, palhas, fenos, serão extirpados por ocasião da colheita (I Cor 3.12-15). Este é o desejo do Pai, que deis muito fruto e o vosso fruto permaneça. É a quantidade e a qualidade que serão contabilizadas. Reflita bem....

Kleber Paulo Santana

Ministro de Educação Cristã

Gama- DF - Abril de 1999 INEC Ano I Nº 01