Só o Senhor é Deus!
 
 

Estudo

 

CARACTERÍSTICAS DA LIDERANÇA DE NEEMIAS

Introdução

. O nome Neemias significa "Deus é meu deleite".

. Neemias foi um dos maiores líderes já visto nas escrituras.

. Exemplo para todo obreiro que deseja ser vitorioso.

. O livro traz lições sobre oração, sacrifício e firmeza. Destacaremos quatro características na liderança de Neemias:

I. Neemias e a oração

1. Ele armou-se da oração e fez dela o seu instrumento de todos os momentos.

"Estive jejuando e orando perante o Deus dos céus." (cap. 1.4)

2. Elementos na oração de Neemias:

a) Adoração (Cap. 1.5)

b) Confissão (Cap. 1.6,7)

c) Reivindicação (Cap. 1.8-11)

3. Neemias sabia que o líder deve depender de Deus (João 15.5)

a) Umas onze vezes, o registro descreve Neemias dirigindo-se a Deus em oração ou intercessão (Cap. 1.4 11; 2.4; 4.4,9; 5.19; 6.9,14; 13.14,22, 29, 31)

II. Neemias e o seu preparo

1. No caráter

A atitude de Neemias mostra o seu forte caráter, pré-requisito para qualquer líder.

Mostrou interesse pelos outros, quando perguntou pelos seus irmãos que restavam do cativeiro. A resposta em nada foi agradável, porém Neemias queria sinceramente saber o que ocorria com eles.

 

2. No domínio próprio

Neemias era um líder que tinha domínio próprio. Ao ouvir a notícia sentou-se, chorou, lamentou diante de Deus, jejuou e orou. Que bela reação diante dos problemas.

Do mês de "quisleu" (novembro - dezembro), até o mês de "nisã" (março- abril)do ano vigésimo do rei Artaxexes, Neemias passou na presença de Deus se preparando. O equivalente a quatro meses. (Cap. 1.4 e 2.1-2).

 

3. Na diplomacia

Neemias em momento algum, se precipitou, antes aguardou que o Senhor lhe desse uma indicação de que a hora de começar chegara. Assim Deus moveu o coração do rei, que notando o semblante abatido do seu copeiro, lhe perguntou se estava doente e aí surgiu a oportunidade de Neemias. Fez então pedidos ao rei, que de pronto o atendeu, "segundo a boa mão de Deus". (Cap. 2.8)

Neemias era também, homem de boas relações, dinâmico e até sutil, pediu ao rei que lhe desse cartas para se apresentar diante dos governadores das províncias. Neemias se preparou para enfrentar:

 

a) O rei

b) Os governadores (2.1- 6)

c) O guarda da floresta de onde ele tiraria a madeira para fazer a obra (2.8)

d) As críticas e a adversidade (4.1-5)

e) A ganância dos ricos opressores (5.1-19)

f) Os falsos mensageiros (6.1-14)

III – Neemias e a sua perseverança

. É fundamental a perseverança quando desejamos realizar a obra de Deus. O líder inconstante não receberá coisa alguma de Deus. (Tiago 1.7,8) É preciso ter em mente a forte convicção de estar fazendo "uma grande obra". (Cap. 6.3) E neste empreendimento colocar seus esforços, sem vacilar, até ver concluída a tarefa proposta:

 

1) - Diante da má recepção de Sambalate e Tobias que demonstraram claramente não ter gostado da idéia de reconstruir Jerusalém. Neemias continuou perseverante na "procura do bem dos filhos de Israel" (2.10)

 

2) - Ao presenciar a situação caótica do lugar, Neemias poderia ter desistido e fugido de responsabilidade. No entanto, não quis demonstrar "pequena força no dia da calamidade". (Pv. 24.10) Depois de inteirar-se de toda situação, procurou os magistrados e declarou-lhes o Plano de Deus. (2.11-18)

 

3) - Sambalate, Tobias Gesém tentam desanimar Neemias, zombando e dizendo que aquilo era rebelião. Neemias respondeu: "O Deus dos céus é o que nos fará prosperar, e nós seus servos, nos levantaremos; e o edificaremos". (2.19,20)

 

4) - Sambalate e Tobias desprezam a obra que Neemias estava realizando. Dizem que aquilo era como trabalho feito por uma criança. Neemias não se bateu, antes orou a Deus e pediu consolo para que todos perseverassem. (4.1-6)

 

5) - Os inimigos ameaçaram guerrear contra Israel. Neemias leva o povo a oração e coloca guardas para vigiar dia e noite (4.7-23)

 

6) - Depois dos ataques externos, começaram os internos. Agora o povo reclama dos ricos opressores. Neemias ficou muito abatido, mas não destruído ( II Co. 4.9b ). É verdade que as guerras internas sempre enfraquecem mais, porém, Neemias enfrentou a situação de frente e de pé (5.1-19).

 

7) - Os inimigos tentam retardar a obra e destruir Neemias. Mandam chamá-lo e fazem promessa de paz. Neemias responde com toda convicção: "Não posso descer, pois estou fazendo uma grande obra". (6.14)

 

8) - Uma carta é enviada a Neemias ameaçando-o de estar promovendo rebelião contra o rei e também de estar querendo seduzir o povo a faze-lo rei. Neemias responde categoricamente: "Você esta inventando estas coisas". ( 6.5-8 )

 

9) - Sambalate e Tobias tentam usar as próprias armas de Neemias para combatê-lo.

"Contrataram" um falso profeta para intimidá-lo. Neemias era homem de Deus, conhecia a sua voz. (Jo. 10.4) Por isso reagiu: "E conheci que não era Deus quem o enviara; mas esta profecia falou contra mim, portanto Tobias e Sambalate o subornaram." (6.10-12)

Assim Neemias terminou a sua obra. Passou 120 dias preparando-se e em 52 fez a obra. (6.15)

O obreiro perseverante não é aquele que faz a obra na força da carne, e mesmo quando tudo vai mal, por causa da falta de oração e de preparo, permanece insensível e guerreia contra o povo, até levar todos a derrota total.

O obreiro perseverante confia em Deus, sabe que foi chamado para tal obra e no final de tudo pode dizer: "O nosso Deus fez esta obra". (6.16b)

"Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor". (Co. 15.58)

IV – Neemias e o incentivo aos liderados

 

1. O líder não deve ser egocêntrico

Neemias usava sempre a segunda pessoa ao invés da primeira:

  • "O Deus dos céus é que nos fará prosperar;"

  • "Nós, seus servos, nos levantaremos e edificaremos".

. Isto dava ao povo segurança, e também os envolvia na obra. Viam-se na responsabilidade de fazer a tarefa.

Muitos líderes, por serem egocêntricos, acabam por transmitir ao povo a idéia de que é dele toda responsabilidade de fazer a obra, gerando inércia nos seus liderados.

 

2. O líder deve ser otimista

Notemos as palavras de Neemias, como eram palavras de incentivo:

  • "Não temais: Lembrai-vos do Senhor, grande e terrível, e pelejai pelos vossos irmãos, vossos velhos, vossas mulheres e vossas casas". (4.14

  • "Grande e extensa é a obra". (4.19a)

3. O líder deve ter bom testemunho

O exemplo é a melhor maneira de incentivar o povo a fazer a obra. Vejamos:

  • "Ouvindo eu, pois o seu clamor, e estas palavras, muito me enfadei" (5.6). (Aversão ao pecado)

  • "Não é bom o que fazes: Porventura não devíeis andar no temor do nosso Deus, por causa do opróbrio dos gentios, os nossos inimigos?" (5.9) (Cuidado com o testemunho)

  • "Porém eu assim não fiz, por causa do temor de Deus" (5.15b) (Temor a Deus)

Conclusão

Podemos dizer que o papel do líder é muito importante. Devemos atentar para a atitude de Neemias, ele foi um grande líder. Homem de oração, preparado para toda boa obra, perseverante, que manejava bem a palavra de Deus. Seu fervor nunca diminuiu. Confiava em Deus e o buscava sem cessar. Soube conduzir o povo levando-o a realizar uma obra quase impossível. É digno de ser imitado.

 

Natanael Nogueira de Sousa e Kleber Paulo Santana

Esta é uma página de estudos exclusivos em nossa igreja sede. Esta exclusividade também é sua, alimente-se da palavra de Deus